11 de setembro de 2008

Má sorte


Má Sorte é uma banda de Trás-Os-Montes, originária de Mirandela. A banda já existe há dois anos e alguns meses e foi feita com o fim de tocar algo como um punk a roçar no hardcore com algumas passagens de fastcore e tudo isso lançado numa vertente tanto ou quanto política. Má Sorte nasceu a partir da motivação revoltada de quatro amigos que passavam os dias a andar de skate que se aperceberam da treta que a sociedade, o governo, o dia-a-dia etc. trazem… Nessas condições, começam então a encontrar-se numa cave, o Clife (vocais), Leonel (baixo), Francisco (guitarra) e Eduardo (bateria) simplesmente para mandar uns acordes e (na altura) ver como é que tudo funcionava! Essa formação manteve-se desde o verão de 2006 até aproximadamente o Outono de 2007, e durante esse tempo a banda ainda contou com alguns concertos locais e em Bragança. Entretanto, Francisco sai da guitarra e entra Pedro que igualmente se sentia em posição de injustiçado… A partir daí, os ensaios começaram a levar um ritmo quotidiano e foi então que chegou a ideia de gravar umas músicas para começar a distribuir ao pessoal amigo e espalhar pela internet. Fizeram um estúdio todo coberto com caixas de ovos e começaram a tentar gravar alguma coisa que se fizesse ouvir! Desde então têm gravado algumas músicas e têm aparecido convites para alguns concertos, mas infelizmente nem sempre há tempo e oportunidade para conseguir conciliar os quatro amigos a dar esses concertos… Daqui por diante Má Sorte vai chegar aos teus ouvidos, por isso fiquem atentos!

No myspace de má sorte podem ouvir duas malhas que estão disponíveis para Download



Declaro guerra ao mundo

Estou farto desta merda
Farto de cabrões
Farto destas putas
Esvazia colhões

Farto do governo
Farto de hipocrisia

Farto da corrida
Ao topo da hierarquia

Declaro, declaro guerra ao mundo

Estou farto de mentira
Farto de traição
Farto de porcos
Os pilares da nação

Farto de cobardes
Cães sem moral
Farto da corrida
À sociedade material

Declaro, declaro guerra ao mundo



3 comentários:

Luís disse...

Ora aí está! Punk transmontano no seu melhor!
Continuem com o bom trabalho!

raquel disse...

muito boa essa letra!
E a banda também me parece ter muito pra dar!
Boa sorte pos Má Sorte x)

CRIL disse...

uui! vnha dai esse punk duro e robusto como e natural de trás-os-montes!! hahah, grande abraço